A SPI apresentou “Caraterização do Mercado da Indonésia – enquadramento político & legal, questões burocráticas & barreiras alfandegárias, transportes & logística no Setor de Alimentos e Bebidas”

15 Julho 2019

 

A SPI apresentou “Caraterização do Mercado da Indonésia – enquadramento político & legal, questões burocráticas & barreiras alfandegárias, transportes & logística no Setor de Alimentos e Bebidas” para o workshop “Como ultrapassar constrangimentos à exportação no Sudeste Asiático” coorganizado pela PortugalFoods e CCIPV (Câmara de Comércio e Indústria Portugal - Vietname) em Vila Nova de Famalicão.

A SPI, em nome da sua missão de apoio às PME, co-organizou um workshop em parceria com a PortugalFoods e a Câmara de Comércio e Indústria Portugal - Vietname (CCIPV) para apoiar entidades do setor de alimentos e bebidas na superação de obstáculos e constrangimentos à exportação para o Sudeste Asiático.

Este workshop teve lugar em Vila Nova de Famalicão, no dia 8 de Julho de 2019, das 14h30 às 16h45. O objectivo do workshop passou por descrever os possíveis obstáculos à entrada no mercado do Sudeste Asiático, a partir da explicação da situação contextual na região. A CCIPV (Câmara de Comércio e Indústria Portugal - Vietname), representada por Lan Phan e Jéssica Bastos, explicou as caraterísticas do mercado vietnamita, descrevendo aspetos-chave como: quadro político e jurídico, questões burocráticas e barreiras alfandegárias, e as metodologias de transporte e logística do mercado vietnamita.

Por sua vez, Martha Octavia, Consultora Internacional da Indonésia da SPI, apresentou os serviços de Helpdesk de IPR para as PME do Sudeste Asiático, assim como uma caraterização do mercado indonésio. Esta sessão, intitulada “Caraterização do Mercado Indonésio - Quadro Político e Legal, Questões Burocráticas e Barreiras Alfandegárias, Transporte e Logística nos Alimentos e Bebidas Setor" foi iniciada com a discussão sobre o papel do SPI na região, desde os projetos até o papel do Helpdesk. Em seguida, foi apresentada uma descrição socioeconómica do país, caraterizando o seu potencial como um destino de exportação a partir de perspetivas demográficas e financeiras.

O público, maioritariamente empresas portuguesas do sector Alimentar, mostrou-se bastante recetivo e interessado, acompanhando a apresentação com várias questões. A apresentação pode ser encontrada aqui e as fotos tiradas podem ser vistas aqui.